*Dia 02 – Roteiro Paris 4 dias

Vamos continuar nosso roteiro na cidade luz? Espero que se divirtam, por que o segundo dia foi beeeem extenso e conhecemos muitas coisas.

DIA 02


 

No segundo dia acordamos relativamente cedo, umas 8:00 horas, tínhamos um compromisso reservado com Vanuza do “Cheguei Paris”, tomamos banho e descemos para o hall do hotel, Vanuza já estava ali nos aguardando.

Além do serviço de translado, contratamos com a “Cheguei Paris” um serviço de boas vindas. Vanuza nos apresentou um pouco da cidade, como andar de metro, pegar ônibus,  frases básicas, essas coisas… Além disso, ficamos com um celular para nos comunicarmos com ela ou qualquer outra pessoa na França se precisássemos. Ela também fez reservas em restaurantes e nos indicou alguns lugares para ir. E o mais importante: nos deu uma senha de Wifi que pegava na rua em muitos lugares. 😀

Saímos com Vanuza de metro para a Champs-Élysées, de lá nos despedimos dela e fomos conhecer o Arco do Triunfo. O Arco do Triunfo foi inaugurado em 1836, construído em comemoração às vitórias militares de Napoleão Bonaparte.

Mesmo já tendo visto várias vezes em filmes e pela internet, o monumento é bem imponente, bonito e a arquitetura é impressionante! Acho que falar de arquitetura impressionante em Paris é redundância! Ô cidade mágica! Voltando ao Arco, ele fica no meio de uma rotatória onde encontram-se 12 avenidas, o movimento de carros ali é uma loucura, não tem faixa separando as vias, não tem sinal e você fica impressionando como os carros não batem um no outro. Me lembrou um pouco o transito nas ruas da índia. (rs)

Para chegar no monumento, existe duas passagem subterrâneas que te levam até ele, vale muito a pena subir os muuuuitos degraus da escadinha sinistra, dar uma paradinha no museu e chegar no topo.

Tiramos muitas fotos lá em cima, a vista é muito bonita, dá para ver boa parte da cidade incluindo a maioria dos pontos turístico.

Saímos do Arco do Triunfo e fomos passear na Champs-Élysées, andamos um pouco entre aquelas milhares de lojas lindas e luxuosas e paramos em um restaurante ao lado da Ladureé que não lembro o nome. Ficamos em uma varandinha que dava de encontro com a rua, comemos uma salada Caprese e uma pizza com ovo, presunto de parma, queijo e tomates, acompanhado de um vinho da casa! Comida muito boa!

Pena que quando viajei não tinha o blog ainda e não me preocupei muito de anotar os nomes de alguns lugares.

Fomos caminhando pela Champs-Élysées no sentido oposto ao Arco do Triunfo. Fizemos um pit stop para tomarmos um gelato de frutas vermelha e de Nutela (huuum!) e seguimos em frente. Avistamos o Museu de belas Artes e decidimos entrar na Avenida Winston Churchill onde de longe já vimos a Esplanade des Invalides, tiramos algumas fotos na frente do museu e seguimos.

Chegamos a ponte Alexandre III que corta o Rio Sena, de lá podemos ver a Torre Eiffel. A ponte é decorada com querubins, ninfas e cavalos alados, tudo de ouro, muito rico e bonito.

Andando pelas ruas de Paris você encontra muita coisa de ouro, os detalhes da cidade são muito ricos, mesmo que você vá com um roteiro definido a cada passo você é desviado para uma novidade, a riqueza cultural da cidade é sem tamanho.

Atravessando a ponte chegamos ao Esplanade des Invalides e fomos direto para o École Militaire, que hoje tornou-se o museu da história militar da frança. O lugar é enorme com várias galerias expondo obras de guerras desde o tempo medieval, passando na primeira e segunda guerra mundial e com grande destaque as batalhas francesas. A visita deve ser estendida ao local onde está o tumulo de Napoleão Bonaparte, sua família e outros militares importantes.

A essa hora estávamos bem cansados, o sol estava muito forte e já tínhamos andado muito. Resolvemos voltar para o hotel, tomar um banho e descer para um café na esquina da rua do hotel onde estávamos. Ficamos lá durante uma hora esperando um casal de amigos de Recife que tinham acabado de chegar em Paris.

Com a chegada deles, tomamos mais uns drinks e seguimos de metrô para MonteMartre,  bairro muito charmoso, cheio de ruelas, bem arborizado, com muitos artistas de rua (pintores e músicos) e uma vista belíssima da cidade. Fomos aproveitar o por do sol na Basílica de Sacré Coeur, compramos umas cervejas, sentamos nas escadarias e curtindo o visual. o clima era muito agradável, com vários turistas e franceses sentados ali, conversando, escutando musica e bebendo.

Fomos apenas com a intenção de ver o pôr do sol e íamos embora. Começamos a andar e escutamos uma música francesa vindo por trás da Igreja, fomos guiadas por ela. Encontamos finalmente um artista de rua com um violino. Atràs da igreja tinham várias ruelas cheias de gente, cafés, bares, artistas nas ruas, crianças brincando, foi uma agradável surpresa.

Paramos para jantar por ai mesmo em um restaurante de esquina, não me lembro o que comemos, lembro que bebemos vinho e a bandinha francesa do restaurante tocou a música Flor de Lis de Djavan em nossa homenagem (rs).

Ufa! já passava das 10 da noite e ainda tínhamos fôlego, pegamos um metrô direto para a Torre Eiffel. Sentamos no jardim junto com as nossas cervejinhas e ficamos um tempo ali.

Quando estávamos indo embora um fotografo que estava em frente a Torre as margens do Rio Sena no abordou:

Fotografo: – Do not want to take a picture?

Eu: – Hahaha só se for 10 reais!kkkkkk

E todos rimos, mais não é que o fotografo era brasileiro!

Fotografo: Ei, não é 10 reais mais é 10 Euros e vale muito a pena.

kkkkk por esse mico eu não esperava!

Passamos um tempo conversando com ele e no final compramos as fotos.  (10 fotos profissionais, ele mandava as 10 por email e imprimia uma das escolhidas na hora). Realmente valeu a pena!

Entre o papo, ele nos explicou que a prefeitura de Paris desliga as luzes da maioria das estruturas públicas, incluindo a Torre Eiffel, por volta da 1 hora da manhã. Antes de desligar ela fica piscando com luzes (parecida com as do Natal) por 5 minutos. Como já estava perto dessa hora ficamos esperando. O espetáculo de luzes da torre é muito emocionante.

Quando a torre desligou, pegamos um táxi ali mesmo em direção ao hotel. Estávamos bem cansado, fechei os olhos no táxi e sonhei com aquele dia maravilhoso. Chegando no hotel foi banho e cama, sabíamos que o dia seguinte também seria puxado. (rs)

Resumo Geral


 

Gastos Alimentação + entradas + Taxi  (dia 02): + ou – € 170,00 casal

Metro (Bilhete para 3 dias): + ou –  € 40,00 por pessoa

Sites:

Cheguei Paris: http://www.chegueiparis.com.br/

Fotografo da Torre Eiffel:  http://www.mytripmemories.com


 

 

Fotos

*** Fiz o post escutando

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s