L’Entrecôte de Paris x Le Relais de l’Entrecôte

Sou louca, viciada em carne e quando acompanhada de um deliciosa batata frita e um molho especial, me acabo na gordisse! rs

Buscando referencias de restaurantes antes da viagem para Paris, me deparei com o Le Relais de l’Entrecôte, foi paixão ao primeiro clique, joguei logo na pastinha de “tenho que ir”. Dentre os comentários muita gente dividida entre o “delicioso” e o “nada de mais”, preferi arriscar nos “deliciosos” e me joguei.

Chegando em Paris, por sorte, tinha um bem perto do nosso hotel em Montparnasse, como estávamos no verão e anoitecia muito tarde não nos demos conta do hora com aquele solzinho rolando… já passava das 19:00 e Almoçamos/jantamos por lá .

O restaurante tem muitas filiais pela cidade, a maioria com muita fila de espera, porém quando chegamos conseguimos logo uma mesa. O ambiente é agradável, tipico parisiense com mesas bem próximas. O atendimento não foi dos melhores, nem dos piores… mas não estava esperando muito em relação a isso.

Assim que chegamos pedimos o vinho da casa e já nos foi servido uma cesta de pães e uma saladinha com folhas, rabanete e nozes regada no molho de mostarda dijon. Após a entrada o prato principal, a carne (entrecôte) com um molho especial e batatas fritas. A porção é bem servida, tanto de carne quanto da batata e quando terminamos o primeiro prato eles ainda nos serviram novamente com a mesma quantidade de comida.

Aparentemente as sobremesas são deliciosas e bem servidas, mas não comi nenhuma, pois estava bastante satisfeita, depois de dois pratos bem servidos. rs

Le-Relais-de-l’Entrecôte-green-salad 041711 Le Relais L'Entrecote 3

Na semana passada, no Rio de Janeiro, com saudades de Paris, descobri que aqui no Brasil existe uma rede de restaurantes (L’Entrecôte de Paris) do Chef Olivier que tem o sistema bem parecido com o Le Relais de l’Entrecôte.

Fui na filia de Ipanema… tocando musicas boas ao fundo, o atendimento foi impecável e a comida deliciosa. Gostei muito do ambiente, bem confortável e bonitinho! Dessa vez fomos de chopp no lugar do vinho, pois a cidade maravilhosa estava fervendo. rs

image1

image3  image2

 Vamos para os comparativos:

  • Entrada: Em Paris a variedade de pães era maior, porém aqui no Rio o pãozinho vem quentinho com uma manteiguinha de acompanhamento.
  • Salada: As duas saladas eram bem parecidas, adoro salada e as duas estavam deliciosas! A de Paris vem com rabanete e a do Brasil com tomatinhos.
  • Batata: A batata de Paris era mais fininha e comprida a versão brasileira menos fina, mas um pouco mais crocante. A batata era a vontade nos dois restaurantes.
  •  Carne: Nos dois pedi a carne ao ponto, aqui no Brasil acho que eu preferia mais bem passada, achei um pouco sangrenta ainda, porém meu marido achou o ponto perfeito. A quantidade na versão Brasileira, talvez seja pouca (tem opção de 150 e 180 gramas) para os que comem muito.
  • Molho: O grande diferencial para mim foi o molho, os dois são deliciosos! porém diferentes, achei a versão francesa mais encorpada e com um gosto especial de alguma especiaria que meu paladar nunca tinha provado, rs. Já a versão brasileira, sentia-se o gosto mais saliente de mostarda.

Conclusão:

Os restaurantes são bem parecidos, o Brasil ganha de 10 a 0 na questão do atendimento. Já no ambiente acho que dá empate, comparado que o ambiente no Brasil é mais agradável, porém está em Paris mesmo que com mesinhas quase coladas, é especial. A comida dos dois são parecidas e muito boa, só de escrever já da água na boca. Ainda prefiro a versão francesa do molho.

Vale a pena conhecer os dois, se não poder ir a Paris, o restaurante do Olivier no Brasil não deixa nada a desejar, e tem filiais espalhadas em vários estados.

Le Relais de l’Entrecôte –  http://www.relaisentrecote.fr/

L’Entrecôte de Paris –  http://www.lentrecotedeparis.com.br/

No site do L’Entrecôte de Paris tem o cardápio com os preços, já no Le Relais de l’Entrecôte tem informações de cardápio e endereços, mas não tem valores, não lembro exatamente o preço do Le Relais de l’Entrecôte, mas nossa conta (02 pessoas + 02 garrafas de vinho da casa), deu em média € 75,00 à € 85,00.

* As imagens do Le Relais de l’Entrecôte foram tirada da internet.

** Fiz o post escutando:

Cartagena das índias

Cartagena da Índias, localizada na Colômbia é a quinta maior cidade do país. Seu centro histórico patrimônio nacional da Unesco e sua arquitetura militar que foi reconhecida como a quarta maravilha da Colômbia rendem passeios imperdíveis. Com toda bagagem histórica e cultural a cidade que conta com praias de areias brancas, é banhadas pelas águas cristalinas do mar do Caribe, é roteiro ideal para relaxar e sair do obvio.

1  5

Com muitas praias ao redor, o arquipélago de Islas del Rosário se destaca pela biodiversidade, contando com praia de mar cristalino, manguezais, arrecife de corais e pela simpatia dos nativos.

2 15

Além da ilha do rosário, as ilhas de Barú e San Bernardo são as mais procuradas, para os amantes do sol as ilhas são destaques pela areia fina, branca, temperatura em torno dos 30 graus e águas claras.

12 13 14

A história da cidade é contada na cidade amuralhada, é lá que ficam localizados os museus, igrejas e praça, cada cantinho nos remete ao passado do lugar. Ali também são encontrados diversos restaurantes, lojas e casarões antigos que lembram a arquitetura espanhola e francesa.

A região é uma boa opção para ficar hospedado, principalmente na área do Centro e em San Diego, com muitas opções de hotel, pode-se fazer muita coisa a pé. Bocagrande é outro local para se hospedar com bom custo benefício, localizado perto das praias é a área moderna da cidade e conta com uma rede hoteleira com estrutura muito boa.

4 6

No primeiro dia sugiro conhecer o centro histórico e seus principais pontos turísticos, esses são bem próximos um dos outros e podem ser feitos a pé, de bicicleta ou nas famosas Chivas (ônibus turísticos típicos colombianos). Curta a noite colombiana em alguma das 16 praças da cidade amuralhada.

O Castelo de San Felipe é a maior obra militar espanhola no Novo Mundo. É um passei imperdível e vale muito a pena.

8 9

Nos outros dias aproveite para curtir as praias, em Cartagena a maioria das praia urbanas não são apropriadas para banho, de barco curta as praias da Isla del Rosário, um arquipélago de pequenas ilhas a apenas uma hora em lancha da cidade de Cartagena. As ilhas tem várias opções de lazer, como oceanário, passeios de barco, shows de golfinhos, prática de mergulho, etc.

10 11

Cartagena é um destino bem completo, que agrada ao público de diversas idades e gostos. Colorida, alegre, histórica e agradável, com muitas opções de passeios diferentes e interessantes, não decepciona!

7 3

* As imagens do post foram retiradas da internet e de arquivos pessoais de amigos.

** Fiz o post escutando

Nova York – 5 dias (Dia 03, 04 e 05)

Como falado no post anterior, NY é uma cidade de muitas atrações, para você voltar mil vezes e não enjoar, pensei em uma viagem de 05 dias, apesar de ser corrido para a primeira visita, acho que dá para conhecer o básico, aproveitar bastante e ficar com gostinho de quero mais… Vamos voltar ao que interessa, nosso roteiro na Big Apple:

Dia 03

Acorde cedo e siga para o American Museum of Natural History (Do filme Uma Noite no Museu), ao sair siga para o Memorial & Museu Nacional do 11 de Setembro, passei um pouco por Lower Manhattan (Wall Street, Bowling Green Bull, Trinity Churcy, dentre outras atrações).

Museum-Entrance-photo-by-American-Museum-of-Natural-History  9154402888_6cc7feecb6

Siga para Williamsburg, ande pelo bairro, coma em algum lugar e se preferir volte da barco ou de metrô para Manhattan.

2138575f1bceea09b17599335b85533e  a18b093d89a0a756da02bc8aee721f4c

Antes ou depois do jantar assista a um jogo da NBA no Madson Square Garden (se tiver na temporada de jogos).

Para jantar sugiro o freemans, localizado Lower East Side, fica em um beco um pouco escondido. Ao entrar você se depara com um ambiente rustico, bem diferente e com uma comida deliciosa.

Restaurante: http://freemansrestaurant.com/

Dia 04

No quarto dia sugiro  visitar o outlet Jersey Gardens na cidade de Elizabeth, que fica a mais ou menos 30 minutos de Manthattan. A melhor forma de chegar lá é pegando um dos diversos ônibus que saem do terminal rodoviário de NY direto para o outlet. Não se preocupe com a bagagem de volta, os ônibus possuem bagageiros para suporte com as malas. No balcão de informações você pode pegar um livrinho com vários tickts de descontos para usar nas lojas, basta apresentar o passaporte, pagar uma taxa irrisória de U$S 5,00 e partir para o abraço.

Dias de compras são sempre bem cansativo, sugiro voltar do outlet deixar as compras no hotel e se preferir descansar um pouco e depois sair para jantar.

Sugiro o Fig and Olive, restaurante com base na cozinha francesa, badalado e sofisticado, ideal para comer bem, tomar bons drinks e recuperar as energias. Se tiver disposição ainda, dê uma passadinha na Time Square para ver a movimentação.

Restaurante: http://www.tripadvisor.com.br/Restaurant_Review-g60763-d1153375-Reviews-Fig_Olive_Fifth_Avenue-New_York_City_New_York.html

Dia 05

Depois do dia anterior bem puxado, acorde um pouco mais tarde e tome um Brunch, nada melhor para dar uma reforçada nas energias de tantas caminhadas do que um café/almoço bem caprichado. Um primo querido que mora na cidade indicou o Sarabeth, com preço agradável e ótimos drinks, é uma dica imperdível para quem quer dar uma animadinha antes da maratona turística.

Restaurante: http://www.sarabeth.com/Restaurants_ep_40.html

Após o Brunch vá ao museu de cera Madame Tussauds, ao sair siga para a 5º Avenida. A avenida de mais ou menos 1,5 km conta com várias lojas e pontos turísticos importantes como o Empire State Building, ande um pouco pelo arredores e entre no MOMA.

0b60fd23148f8d8ba008e8f82aa65385  247f8aee566e05f0bb83a011e6e56b5e

O Museu de Arte Moderna de Nova York (MOMA) construído em 1929, conta com 06 andares e é parada obrigatória para os amantes das artes, nele podemos contemplar um dos maiores acervos da arte moderna e contemporânea do mundo, com mais de 150.000 obras, que vão de pinturas e esculturas, desenhos, gravuras, fotografia e artes audiovisuais.

b9da2a5f192851ec98206d06446b8a49  Grand-Central-Station-Nova-York

Ao sair do museu de uma passadinha para visitar a St Patrick’s Cathedral e o Grand Central Terminal e siga para o Meatpacking District, à beira do Rio Hudson. Cercado por armazéns que antigamente abrigavam empórios de carnes e matadouros, hoje conta com diversos bares, lojas, baladas e restaurantes sofisticados, o bairro é puro estilo e seus frequentadores de alma livre, veem se divertir e ver o sol nascer nas melhores baladas da cidade.

0_4200_0_2800_one_nyc-ninth-ave-scene-jr036  ny_2-620x348

Passei pelo bairro, vá ao Chelsea Market (mercado/shopping bastante interessante), jante no Spice Market e depois se ainda tiver “pique” vá a alguma das baladas no entorno. O link abaixo descreve as principais.

PHD @  Nyc-passeios-Highline-1

Restaurante: http://www.spicemarketnewyork.com/

Chelsea Market: http://chelseamarket.com/

Link das baladas: http://rg-ny.com/dicas/baladas.htm

a55e4755f647046465a3c6c824bf5ebc  4eae39a3ebffc80a14b3ac40fb34a927

___________________________________________________________________________________________________________

O roteiro é bastante corrido, e a ordem das visitas podem ser alteradas… O bom de NY é poder andar a pé, conhecer cada detalhes e lugares que você nunca imaginou. Espero que tenham gostado e se empolgado com essa cidade maravilhosa.

– Alguns dos restaurantes citados acima são bastante badalados, faça reserva antes para não ficar esperando por muito tempo.

Atenção: Todas as fotos dos post foram retiradas do Pinterst, e ao clicar nelas você será redirecionado direto para o link original.

* Fiz o post escutando:

 

 

 

Nova York – 5 dias (Dia 01 e 02)

Dentre todos os roteiros de viagens acredito que Nova Iorque é a cidade mais divulgada, detalhada e desejada do mundo! Cada revista, sites e blogs especializados no tema tem um lugarzinho para essa cidade mágica. Fazendo parte desse enredo resolvi dar minha contribuição e minhas opiniões.

NY 1 - Pinterest     NY 2 - Pinterest

NY 3 - Pinterest

A cidade mais cosmopolita do mundo se reinventa a cada dia, nunca conheci uma pessoa que fosse a NY, mesmo milhares de vezes, e a achasse chata ou que já tinha esgotando as novidades por ali.

Nova York não é cidade para ir apenas uma vez, recomendo que a primeira viagem seja de reconhecimento do território, tirando uns dias para os roteiros clássicos, mas deixando alguns para passar uma tarde de pernas para o ar no Central Parque ou se perder sem rumo e conhecer aqueles detalhes que não estão nos blogs e revistas de turismo.

Fiz um roteiro de 05 dias. No meio do outono, onde o clima não está tão pesado, mas já está friozinho. Aconselho calçar os tênis, pegar fôlego e vir comigo nesse viagem a Big Apple.

Hospedagem

Qualquer hotel que você se hospedar em Manhattan, você estará em uma localização bacana, perto de algum ponto turístico e com opções de metrô perto e eficiente. Sabendo que você vai andar muito a pé, selecione o hotel que te der mais opções perto dos roteiros desejados.

A rede hoteleira da cidade é bem cara, sempre que penso em ir para o destino o custo com hospedagem é um grande empecilho. Quem procura economia com relação a hotéis, albergue e pousadas de qualidade tem que ter muita paciência e passar muito tempo procurando, custo benefício não é uma palavra muito usada nesse contexto.

Depois de muita procura e alguns comentários positivos, escolhemos o:

http://www.booking.com/hotel/us/broadway-hostel.pt-br.html?aid=363494;sid=40fa5d1a43a9bba0842bcf91b114c0b8;dcid=1

O hotel fica no Upper West Side a poucas quadras do Central Park, possui quartos compartilhados e individuais, que podem ser com banheiro privados ou compartilhados. A estrutura conta também com cozinha na área comum, sala de TV e biblioteca, além de restaurantes, bares e linhas de metrô na redondeza.

Dia 01

Nada melhor do que começar o dia conhecendo o Rockfeller Center e subir no Top of the Rock, considerada uma das melhores vistas da cidade a visita é indispensável.

NY 4 - Pinterst          NY 5 - Fonte Blog Embale Nessa Viagem

De la observamos de um lado o Empire States e do outro o Central park, a vista a noite também é linda. Se preferir alterne os horários do roteiro e conheça essa atração a noite ou no fim da tarde.

Siga a pé para o Central Park. Compre algumas comidinhas em algum supermercado no meio do caminho. Chegando lá alugue uma bicicleta e seja feliz, o passeio é uma maneira fácil de circular e conhecer muita coisa. No site abaixo você pode reservar a sua com antecedência:

http://www.partner.viator.com/pt/12391/tours/Nova-York/Aluguel-de-bicicleta-no-Central-Park-de-Nova-York/d687-5557BIKE?SUBPUID=bikingnyc

Com 341 hectares de área verde o Central Park é atração para muitas horas, selecionamos alguns locais importantes:

– Castelo Belvedere; Bethesda Terrace e ; Memorial de Jhon Lennon; Estátuas da Alice no Pais das Maravilhas; Patinação no gelo (aberto de novembro a março); Zoológico; Além dos lagos, ponte, arcos, flores…

Ao final do passeio faça um picnic e descanse um pouco no Great Lawn (área central do parque).

 NY 6 -    Bethesda Terrace

cffe4ec8b9302bae2b31aa8cb7cbd96f        d8529d04df21fbacae6aad73c873872e

Saindo de lá pegue um metrô e desça no Pier 45 que dá acesso ao passeio de barco, passando por vários pontos turísticos, tendo como principal atração a estátua da liberdade. O passeio completo dura em torno de 02 horas. Opte por descer no Brooklyn Bridge Park, atravesse a ponte e tire várias fotos. Um dos cartões postais mais importantes da cidade merece ser bem explorado.

The Statue of Liberty       Brooklyn Bridge

Dia 02

Incie o dia tomando o tradicional Brunch Nova-iorquino, com direito a algumas mimosa (drink de suco de laranja com espumante). Siga para o MET (Metropolitan Museum of Art), separe umas 4 horas para explorar um pouco um dos maiores e mais importantes museus do mundo, quando sair compre alguma coisa para amoçar em algum food truck e coma na escadaria do museu.

MET

Depois de almoçar passe no hotel descanse um pouco e se arrume para ver uma peça na Brodway, compre o ingresso com antecedência, é aconselhável chegar 30 minutos antes. Depois da peça dê uma volta pela Time Square e jante por ali.

times_square_night-wide      broadway

* Todas as imagens foram retiradas do Pinterst.

*** Fiz o post escutando:

Pipa e seus encantos

Morei um tempo em Natal e sempre que tinha oportunidade dava um pulinho em Pipa. Praia linda e paradisíaca! Para muitos é sinônimo de badalação, para outros sinônimo de descanso.

Pipa 4Pipa 8

Pipa 11

Localizada no Litoral Sul do Rio Grande do Norte, em Tibau do Sul, Pipa fica a 88 km de distância da capital Natal seguindo pela BR 101. A cidadezinha que cresceu em torno de uma vila de pescadores, hoje se destaca como um dos principais roteiros do turismo nordestino.

Com águas mornas e cristalinas, Falésias, trilhas e areia branquinha a viagem agrada a todos os gostos. Muito frequentada por surfistas e jovens de toda parte do mundo, a praia mistura o astral de uma galera alternativa, com a sofisticação de suas lojas e restaurantes. As diversas tribos se fundem e o clima de descontração e liberdade que só encostramos em Pipa é indescritível.

Esqueça os saltos altos e as super produções, a praia conta com muitas ladeiras, escadarias, e te convida a andar muito a pé. Pipa nos dá um espirito de liberdade, o mix de estrangeiros, nativos e turista brasileiros completam a diversidade do local.

Já fui em Pipa com a família, com o marido, solteira com amigas, para descansar e curtira a praia, já teve dias de nem ir a praia, só curtir a badalação a noite. Se procura descanso evite feriados, a cidade costuma ficar cheia. Se procura badalação não tem época melhor, Pipa é animada o tempo todo, com muita gente jovem e bonita.

Nas fotos abaixo, podemos ver a diferença na rua principal de Pipa em um feriado (primeira foto) e em um fim de semana comum (segunda foto):

Pipa noite 2

Pipa noite

O que fazer?

Pipa é uma vilazinha pequena, com muitas praias. É para ir sem roteiro, passar o dia tomando banho de mar, comendo bem, tomando uns drinks, vendo o por do sol, fazendo trilhas, praticando esportes de aventura, aproveitando uma horinha da tarde para tirar um cochilo em uma rede, fazendo atividades ao ar livre.

* No verão a praia é bem animada, com luaus, shows, raves e curtição a noite toda. Nas outras épocas do ano a praia continua bem badalada e a noite animada, porém a quantidade de pessoas é bem menor. Na minha opinião essa é a melhor época para ir, a cidade tá mais tranquila, porém ainda animada.

Indico:

  • Passeio de Buggi de Pipa para Baía Formosa.
  • Pipa tem restaurantes maravilhosos, que vão da cozinha contemporânea a francesa, passando por japonês, mexicanos, até deliciosos acaís e tapiocas, faça um tour gastronômico e aproveite essas maravilhas.
  • Ir a praia do Centro, a praia do amor, praia do curral, praia do madeiro, Baia dos Golfinhos.
  • Fazer o passei de barco, na baía dos golfinhos. Se der sorte os golfinhos dão show de simpatia acompanhando o barco.
  • Fazer uma das 16 Trilhas no santuário ecológico (reserva de mata atlântica).
  • Ir em alguma rave ou luau.

Pipa 1 Pipa 2 Tibau do Sul Praia do amor Pipa 10 Pipa 5 Pipa 3

Hospedagem

Pipa tem opções de hospedagens muito variadas, que vai de campings a resorts de luxo. Gosto muito de ficar em hotéis perto da Praia do amor (minha praia predileta). Esses hotéis ficam um pouco afastados da rua principal uns 2 km. Como moro em Recife e sempre vou de carro, acho cômodo fica nessa área. E não me importo muito em andar a pé.

Se for sem carro, sugiro fechar com o hotel previamente alguns passeis, como visita Tibau do Sul, Praia do Madeiro, das Minas e outros.

No caminho da praia do amor indico dois hotéis, um com o preço mediano e outro com o preço mais alto, os dois são muito bons, fomos em um fim de semana ficamos no Hotel da Pipa e um turma de amigos no Sombra e Água Fresca:

Hotel Sombra e Água Frescahttp://www.booking.com/hotel/br/sombra-e-agua-fresca.pt-br.html?sid=cd07f8b71ece928f5d2fe3d4aa79c0c4;dcid=4;no_rooms=1;req_adults=2;req_children=0&

* O sombra e Água Fresca também oferece serviço de day use, com o valor revertido em consumação, também vale a pena a experiência.

08 hotel-sombra-e-agua-fresca_006 master-vista-mar-apartamento-do-sombra-e-agua-fresca-pipa Sombra-e-Agua-Fresca-4-Alter-Nativ-Bresil--20120118104820

Hotel da Pipa: http://www.booking.com/hotel/br/da-pipa.pt-br.html?sid=cd07f8b71ece928f5d2fe3d4aa79c0c4;dcid=4;no_rooms=1;req_adults=2;req_children=0&

Hotel da Pipa

Pipa

filet_4755 ft2

Vale muito a pena se organizar e visitar Pipa, linda e paradisíaca, atende a todos os gostos, bolsos e idade. Todos que conheço voltam de Pipa com vontade de ir novamente.

* Algumas fotos são de acervo pessoal e as outras foram retiradas de sites diversos na internet.

*** Fiz o post escutando:

 

 

 

Hambúrguer em Paris – Le Camion que Fume

Sou apaixonada por hamburguês de qualidade, esse tipo de alimento pode substituir minhas principais refeições, almoço e jantar sem problemas. Dá serie de hamburguerias gourmet que temos que conhecer algum dia na vida, uma itinerante em Paris sempre me chamou muita atenção.

Fundado no ano de 2011 o “Le Camion que Fume” é uma hamburgueria móvel, montada em um caminhão/trailer, famoso por servir um dos melhores sanduíches da cidade.

A hamburgueria é da Chefe americana, Kristin Frederick. Os hambúrgueres são deliciosos, com acompanhamentos e molhos diferentes. A sucesso da hamburgueria é tanto que ela lançou um livro contando um pouco da história e incluiu algumas receitas.

http://www.amazon.com/Burgers-recettes-camion-qui-fume/dp/2845677901

O combo do sanduíche + batata frita custa em torno de 10 euros. A cada semana eles estão em um ponto turístico diferente. No site do restaurante encontramos todas essas informações. É bom chegar cedo, pois as filas costumam ser extensas. Vale a pena a espera, além da qualidade maravilhosa dos produtos, o sanduíche é irresistível (carne grossa e suculenta) e você ainda conta com uma vista linda de algum ponto turístico.

http://lecamionquifume.com/livre/

Segue duas receitinhas retiradas do livro (em Francês) de um dos sanduíches servidos no Le Camion que Fume, para dar água na boca:

Sanduíche

Receita 2

Para os amantes da boa cozinha assim como eu, que estão ou planejam ir a Paris não deixem de conhecer!

le camion qui fume 2 le camion qui fume 3 le camion qui fume

Le-Camion-Qui-Fume-4

Camion qui fume

*Imagens de atores desconhecidos, retiradas da internet.

*** Fiz o post escutando:

Roteiro – 3 dias em Veneza

Dizem que Veneza é uma cidade para se perder, com tantos becos e ruelas essa não é uma tarefa difícil! Em cada beco uma história, uma cor, uma aventura nova! Veneza é cidade para viver devagar, sem pressa, observando os detalhes… Só dessa forma você vai descobrindo os cantinhos, praças, conhecendo restaurantes, botecos e lugares inusitados.

Para se achar depois de perdido, às vezes os mapas não são suficientes, instale um GPS no celular. a melhor forma de se “achar” novamente é guiando-se por ele.

O ideal é ir de avião para Veneza, ao menos que você esteja em Milão, Florença ou roma, venha de trem, se não a melhor opção é chegar “voando”. Se for visitar outras cidades Italianas, recomenda-se iniciar ou terminar sua viagem em Veneza.

Localizada na região do Vêneto, Veneza é sem dúvidas a cidade mais inusitada e diferente do ocidente. Banhada pelo noroeste do mar Adriático, é classificada como Patrimônio da Humanidade pela Unesco. Com suas 430 pontes, 170 canais, 118 ilhas a cidade única e imponente merece ser visitada e explorada.

Por do sol em Veneza Veneza 5 Veneza 9 Veneza 10

Hotel em Veneza – Muitos que vão para Veneza se hospedam em Mestre (continente), que fica perto – 10 minutos – de Veneza Santa Lucia (a Veneza que conhecemos), lá existem hotéis mais confortáveis com preços mais econômicos. Porém a experiência de ficar em Veneza em um daqueles prédios construídos a séculos, em vielas inóspitas na visão de alguns não tem preço.

Hotel Cipriani - Veneza Veneza 3

Meios de transporte – Em Veneza, assim como a maioria das cidades na Europa se anda muito a pé. Para se locomover para lugares mais distantes existem vários tipos de transportes fluviais. O mais em conta é o vaporeto, que apesar de caro para os padrões de transporte coletivo, vale a pena. Comprando um passe de 72 horas,  que custa uma média de 35 a 40 euros você economiza e cada passeio pode ser um mini city tour. Procure sentar na janela ou no convés e aproveite a vista. O ideal para três dias em Veneza é comprar um passe de 24 ou 48 horas e fazer o restante a pé. Com o passe do Vaporeto você pode ficar um pouco acomodado e só querer andar nele.

vaporetto

Há também a opção dos táxis aquáticos que são bem mais caros, porém se quiser privacidade e estiver com grana sobrando é uma saída. As gondolas ficam para um passei turístico e romântico, mas são caras e lentas para serem usadas como meio de transporte.

Veneza 14

Onde comer? No site abaixo, encontramos dicas de onde comer na cidade, dando detalhes de vários restaurantes.

http://www.minube.com.br/restaurantes/italia/veneto/veneza

O que fazer?

Dia 01 – Passeio de Vaporeto pelas principais ilhas de Veneza; Conhecer a Rialto, a ponte mais famosa de Veneza; Visitar o mercado de Rialo (funciona das 09:00 às 12:00); Ir a Piazza San Marcos; Conhecer a Basílica de San Marcos;

Veneza 11 Veneza 2 Veneza 8 Veneza 12

Dia 02 –  Conhecer Burano, com suas casinhas coloridas, restaurantes charmosos e pessoas hospitaleiras, a ilhazinha é um passeio imperdível para quem quer sair um pouco do roteiro tradicional; Conhecer o Museu Correr;

[Atualizando] Nesse blog tem um post muito legal sobre Burano:

http://vinnie3332.wordpress.com/2014/10/09/burano-na-italia-a-ilhazinha-dos-sonhos-burano-island-meet-gorgeous-italy/

Burano 2 Burano

Dia 03 –  Ir ao Palazzo Ducale, fazendo a travessia da ponte dos suspiros; Visitar a Galeria dell’accademia, considerada uma das pinacotecas mais importantes do mundo; Passeio de Gôndola; Visitar a Peggy Guggenheim Collection.

PVeneza 6 Veneza 7 Veneza 13

Veneza é uma cidade para ser aproveitada o quanto antes. Com o aquecimento global aumentando o nível dos oceanos, a cidade está entre os patrimônios mundiais ameaçados a desaparecer em breve. Esperamos otimistas que as previsões não sejam certas e que possamos aproveitar desse paraíso por muitos e muitos anos!

Para servir de inspiração, três filmes rodados em Veneza: Casino Royale, S.O.S mulheres ao mar e O turista.

*** Fiz o post escutando: